Tribunal comercial determina que Google violou patentes da Sonos
Janeiro 7, 2022

Tribunal comercial determina que Google violou patentes da Sonos

Por Ricardo Marques
Ad

O que aconteceu? Um tribunal comercial dos EUA decidiu a favor da Sonos em sua batalha legal em andamento contra o Google por supostamente infringir suas patentes de tecnologia de alto-falante. O Google já respondeu com atualizações de software para contornar a reivindicação de IP, que muitos de seus clientes não estão aceitando bem.

Em 60 dias, o Google será proibido de importar para os Estados Unidos quaisquer produtos que se enquadrem na decisão da Comissão de Comércio Internacional de que infringiu as patentes da Sonos. O julgamento está sob revisão presidencial durante esses 60 dias.

De acordo com o The New York Times, isso afetará os alto-falantes do Google Home, telefones Pixel, Chromecasts e alguns computadores.

A Sonos estava no negócio de alto-falantes inteligentes conectados antes do Google, mas em 2013 as duas empresas firmaram uma parceria para tornar os alto-falantes Sonos compatíveis com o Google Play Music. Quando o Google lançou posteriormente o Google Home, os telefones Pixel e o Chromecast, a Sonos alegou que o Google havia usado as informações obtidas durante sua parceria de produtos e processou a empresa em janeiro de 2020.

A decisão final desta semana mantém um veredicto preliminar de agosto de 2020 a favor da Sonos.

Pouco depois, o Google revelou atualizações de software para seus alto-falantes inteligentes por causa da decisão. Agora, os usuários terão que ajustar o volume de cada alto-falante individualmente e não poderão mais usar o botão de volume físico do telefone para fazer isso. A seção de comentários desse anúncio está cheia de clientes irritados, alguns pedindo reembolsos.