'O ódio nunca vai vencer'
Janeiro 9, 2022

'O ódio nunca vai vencer'

Por Ricardo Marques
Ad
Josh Cavallo – o único jogador de futebol profissional masculino de primeira divisão abertamente gay do mundo – disse que “o ódio nunca vencerá” depois que ele foi alvo de abuso homofóbico durante um jogo da A-League no sábado.

O jogador de 22 anos foi apresentado como substituto no segundo tempo durante o empate do Adelaide United com o Melbourne Victory e disse que recebeu abusos da torcida no AAMI Park.

“Não vou fingir que não vi ou ouvir o abuso homofóbico no jogo ontem à noite”, escreveu Cavallo no Instagram.

Australian A-League

Ex-estrela da A-League se torna o primeiro jogador de futebol australiano a se assumir gay

14/05/2019 ÀS 11:45

“Não há palavras para dizer o quanto fiquei desapontado. Como sociedade, isso mostra que ainda enfrentamos esses problemas em 2022.

“Isso não deve ser aceitável e precisamos fazer mais para responsabilizar essas pessoas. O ódio nunca vencerá.

“Eu nunca vou me desculpar por viver minha verdade e, mais recentemente, quem eu sou fora do futebol. Para todos os jovens que sofreram abuso homofóbico, levantem suas cabeças e continuem perseguindo seus sonhos.

“Saiba que não há lugar no jogo para isso.”Em um comunicado, seu clube Adelaide United disse que o abuso homofóbico direcionado a Cavallo é “decepcionante e perturbador”. “Continuaremos a trabalhar com as Ligas Profissionais Australianas e a Melbourne Victory para identificar os criminosos e processá-los de acordo.” Uma declaração do Melbourne Victory disse que o clube “condena veementemente este comportamento” e “investigaria mais o assunto” com Adelaide, a liga e o estádio.

Transferências

Real Madrid, Juventus e PSG as opções para Paul Pogba – Paper Round

15 HORAS ATRÁS

Futebol americano

Xavi: ‘Temos que ser autocríticos’

15 HORAS ATRÁS